Alarmes e Digressões, da Editora Ecclesiae

“Toda boa literatura é uma forma de alegria, e nenhum autor me deu tantas alegrias como Chesterton”
— Jorge Luis Borges.
⠀⠀
“Quem é Chesterton, o homem da foto?
⠀⠀
‘Bem-humorado, simples, divertido, forte e resiliente (um lutador), amigo, alegre e mente aberta’ me parece uma descrição mais conveniente que aquilo que normalmente se encontra por aí sobre ele.
⠀⠀
Embora também seja verdade que a descrição ‘Um dos maiores escritores do século XX, filósofo, jornalista, poeta, dramaturgo, ensaísta, crítico literário, romancista, biógrafo, teólogo e crítico de arte’ lhe caiba perfeitamente, a grandeza da personalidade de Chesterton me impressiona mais que a grandeza de sua obra – cerca de 80 livros, 200 contos, 4000 ensaios e outros.
⠀⠀
Uma obra extensa que impressiona por dois motivos: o primeiro, claro, a qualidade do conteúdo em si. O segundo é mais subjetivo e curioso: a obra de Chesterton provoca em muitos – assim como em mim o fez – um forte sentimento de aproximação com a realidade pessoal do autor.
⠀⠀
Em outras palavras, quero dizer que ler Chesterton é como entrar em sua casa. Mais que ler bons livros, é ganhar um amigo e ser acolhido por sua realidade pessoal. Nenhum de seus atributos supera a nobreza deste último: Chesterton é um bom amigo.
⠀⠀
Não tem uma explicação lógica, mas é assim: a gente se sente ali, na modesta casinha de Gilbert e Frances, tomando uma cerveja e comendo uma costela. Abrir as primeiras páginas de qualquer um de seus livros é iniciar uma viagem sem volta.
⠀⠀
O exemplo de vidas intensas, doadas, de homens de caráter nobre e coração grande são uma luz no fim do túnel para os dias de hoje.”
⠀⠀
Texto escrito e gentilmente cedido por @rafaelravila, no Instagram.
⠀⠀
O livro está disponível nas livrarias:
– Ecclesiae: https://ecclesiae.com.br/alarmes-e-digressoes
– Amazon: https://amzn.to/39hKGq3
– Livraria Dr. Pacheco: https://livrariadoutorpacheco.com.br/alarmes-e-digressoes
– Martins Fontes: https://bit.ly/MartinsAlarmes